Parede de lousa
15 Out 2016
// Outros, POR Carolyne Veloso

Bom diaaaa!

Para mudar um pouco e porque não quero me limitar apenas em falar sobre looks, resolvi fazer um post sobre a parede mais queridinha do momento: A PAREDE DE LOUSA! Para quem não sabe, essa tal parede funciona como um quadro negro, daqueles que eram usados nas escolas. Sim, amigos, vocês  podem não lembrar ou nunca ter visto, mas antes não existiam esses quadros moderninhos como estamos habituados a ver agora. Os quadros eram escuros e os professores escreviam com giz. Quem aí foi desse tempo? Eu fui e tinha (tenho) muita alergia ao giz, diga-se de passagem.

Quem diria que, hoje em dia, aquele quadro antiguinho seria usado como decoração, hein?! Apesar de preferir paredes branquinhas, apostaria em uma parede de lousa porque gostei da ideia desde que vi, já há uns quatro anos, uma parede dessas no blog "Sanduiche de Algodão", hoje conhecido por "Hello Land". A verdade é que só agora é que as pessoas têm aderido a essa nova tendência de decoração. #AntesTardeDoQueNunca

Mas vamos ao que interessa! Fazer uma parede de lousa não é tão difícil, uhuuuul! Andei a pesquisar e encontrei duas formas simples: 1ª) Papel autocolante ( = adesivo), que só é aplicar na parede e voilá; 2ª) Pintar a parede com tinta fosca.

 

 

 

 

 

 

 

 

Como vocês viram, a parede de lousa é uma ótima ideia porque ela super se encaixa na sala, no quarto, na cozinha e até complementa o resto da decoração, para quem prefere fazer umas flores, por exemplo, em vez de estarem sempre a escrever ou a desenhar qualquer coisa e depois apagar. Ah...por falar em "apagar", quase que me esquecia de dizer que para apagar os desenhos não há grande mistério! Basta misturarem detergente e água, e limparem tudo com uma esponjinha. Feito isso, a parede estará pronta para a próxima obra de arte.

 

E aí, gostaram do post de hoje? Espero pelas vossas respostas! 

 

Beijo e aquele abraço!

// Look, POR Carolyne Veloso

Heeeeeeey! Gente, porque as aulas mal começaram e eu já tenho mil coisas para ler? Não sei lidar!

Para descontrair um bocado, vim aqui postar um look fofo que usei outro dia (já era para ter postado na segunda, mas não consegui). Optei por uma sainha com botões a frente num tom terroso e usei uma camisola ( = blusa) branca porque eu acho que super combina com a cor da minha saia e, por fim, usei umas sabrinas pretas com um pequeno detalhe dourado na ponta. Há quem use esta saia para um look mais desportivo e  eu não sei se vocês lembram que eu já publiquei aqui no blog um post com várias ideias de como se usar saias com botões a frente (cliquem aqui e vejam!). Eu, particularmente, optei por esse conjunto que ficou mais casual, mas dei uma toque meio retrô com esses óculos redondos, que são o exemplo "vivo" de como a moda vai e volta!

 

Sobre tons terrosos: ficam muito bem com branco e acho que se vocês ainda não têm algo nesta cor, vale a pena apostar. Para quem não gosta muito de saias e prefere vestidos, há aqueles em camurça que ficam super giros com umas botinhas mais curtas. Usem e abusem agora no outono!

 

 

 

 

 

 

Camisola: Primark; Saia: Lefties; Sabrinas: Stradivarius; A malinha e os óculos eu já tinha usado em outro look e eles são do Romero Britto (comprei no Brasil) e da Tiger, respetivamente.

Genteee, agora que parei para pensar em como tudo desse look foi baratinho porque não tem coisa melhor que comprar roupa nos saldos. Sinto-me muito espertinha quando encontro coisas super baratas, viu?! Os saldos quase que me chamam pelo nome, lol.

 

E aí, o que vocês acharam? Deixem aqui os vossos comentários!

 

Beijoooooo e aquele abraço!

 

 

// História, POR Carolyne Veloso

Oiiiii!

As minhas aulas já começaram, uhuuul! Sim, no início tudo são flores, mas Deus é mais!

O post de hoje não é novidade para os meus leitores portugueses, mas é algo que não existe no Brasil, então quero mostrar um pouco do famoso traje académico que os universitários usam em Portugal, que é composto pela capa e pela batina, mostrando como a igreja sempre teve influência no ensino. Ao longo do tempo, o traje teve várias alterações, até que no século XX, ele passou a ser como é hoje. Ah...além da capa e da batina, existe também um colete que serve mais como agasalho, visto que nem sequer tem uso obrigatório, mas que na sua falta, a batina tem de estar abotoada. Não pensem que é apenas preciso comprar o traje igual a todos e todo o resto fica à vossa escolha. Existem várias regrinhas e uma delas é que os caloiros não o usam. Para vocês perceberem melhor do que estou a falar, separei algumas imagens do traje e os seus constituintes para rapazes e raparigas ( = moças).

 

   

Para os rapazes, o traje é constituído por sapatos pretos lisos, sem fivelas; Meias pretas; Calças pretas lisas; Coletes pretos sem abas e sem ser de cerimónia; Batina, que deve ter pregado, a meio da parte posterior, dois botões maiores e, em cada uma das mangas, deve ter de um a quatro botões; Camisa branca lisa, com colarinho comum e com ou sem punhos; Gravata preta lisa; Capa preta, com ou sem cortes na parte inferior e com ou sem distintivos na parte interior.

 

Para as raparigas, o traje é constituído por sapatos pretos, de modelo simples e saltos pequenos; Meia alta preta; Saia preta lisa até ao joelho; Casaco preto simples sem gola; Camisa branca com gravata preta lisa; Capa preta.

Não pensem que é apenas isso porque existem muitas outras  regras: o gorro pode ser usado facultivamente pelos homens, mas as mulheres não o podem usar; Devem ser retiradas todas as etiquetas do traje; Os pins usados só podem ser o do curso; A capa nunca pode ser lavada; Os caloiros devem usar a capa dobrada no braço esquerdo e podem-se colar emblemas pessoais do lado esquerdo no interior da capa, que devem ser cozidos ( = costurados) manualmente com linha preta em ponto cruz e não deve passar para a parte exterior da capa. Existem muitas outras coisas a saber do traje académico, mas o post já está enorme e acho que já deu para vocês perceberem bem (ou mais ou menos) como  o uso do traje funciona. Para terminar, é importante dizer que uma das maiores homenagens académicas é quando, em ocasiões especiais, as capas são estendidas no chão e o homenageado passa por cima delas.

Já ouvi algumas pessoas comentarem que o traje faz lembrar o look do Harry Potter, mas digo-vos já que o traje é muito giro e que, na minha opinião, nos rapazes ainda ficam mais giros porque a capa dá-lhes um certo charme. A única coisa que acho que não faz muito sentido é usarem tanto o traje e no dia da queima das fitas, que é uma festa de comemoração à conclusão do curso e que eu não vou abordar muito esse assunto agora porque posso falar disso em outro post, os estudantes estarem com o traje vestido mais uma vez. 

 

Fico por aqui e espero que vocês tenham gostado do post de hoje, especialmente os meus maigos do Brasil porque é algo completamente diferente do que temos por lá. Digam-me o que acharam nos comentários!

 

Beijo e aquele abraço!

 







 

Look com Short Saia
14 Set 2016
// Look, POR Carolyne Veloso
// História, POR Carolyne Veloso

Oláááá, prontíssimas! Já estamos em setembro e isto é sinal de que todos vamos voltar às nossas vidas normais, uhuuuul! Não temos para onde correr, então é melhor ser feliz com gritinhos histéricos porque a vida não é apenas férias.

Eu acredito que todos, mesmo aqueles que não se interessam muito por política, devem ter ouvido falar alguma coisa sobre o Impeachment de Dilma, no Brasil. Sim, isso veio para marcar a história do Brasil e não se fala em outra coisa e nem em outra pessoa a não ser em Dilma Rousseff. Sendo assim, o meu tio deu-me um clique para falar sobre o estilo e look da nossa ex-presidente, que tem como uma das suas estilistas preferidas, a Luisa Stadtlander. Nada mais lógico  que começar pelo look usado pela Presidente na sua primeira posse, em 2011.

 

O look era composto por um vestido branco, um blazer perolado e uns sapatos scarpin que eram da mesma cor que o blazer. Os seus acessórios eram discretos, mas fizeram toda a diferença, afinal, uns brinquinhos já mudam tudo.  Simples, mas elegante, não acham?

 

Look usado na sua chegada ao Palácio presidencial, na Índia. Como vocês podem ver, este look também era composto por vestido e blazer, só que agora em tons mais escuros e o blazer era de renda.

 

E para quem acha que Dilma não repete looks, aqui está a prova de que ela repete, sim! Esta combinação de vestido e blazer azuis foram usados na sua participação no Fórum CEO das Américas e, três meses depois, o mesmo look foi visto durante o seu encontro com o Primeiro Ministro do Reino Unido, David Cameron.

 

E ela também mostrou que gosta do clássico preto e branco, neste encontro com Angela Merkel, e desta vez deixou as saias  ou vestidos de lado e optou por  usar umas calças pretas. Gostei, e vocês?

 

#DilmaPoderosa com esse blazer vermelho, que dizem ser um dos seus preferidos. Será por ser a cor do PT ou não tem nada a ver com isso? #EisAQuestão

 

Esse foi um dos meus looks preferidos porque Dilma fugiu das cores neutras e, ao lado dos atletas que participaram nas Olimpíadas em Londres, vestiu um casaco suuuuper amarelo da Delegação Olimpíca.

 

E, para finalizar, escolhi este look que foge completamente a tudo o que vocês viram até agora porque, durante o discurso de abertuda da 7ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, a Presidente pousou ao lado de Barack Obama com uma camisa vermelha toda padronizada e com alguns babados na gola.

 

Espero que vocês tenham gostado deste post de hoje, onde ficou confirmado que política e moda também podem estar relacionadas porque por detrás dos looks de um Presidente tem sempre um grande estilista. 

 

Digam-me o que acharam desse post e se vocês também preferem looks mais neutros como os de Dilma Rousseff, ou se gostam de chegar chegando com aquelas cores vibrantes.

 

Beijo e aquele abraço!

// Beleza, POR Carolyne Veloso

Heeeeey, volteeeeei e espero que dessa vez seja de vez porque já deu de tanto sumiço!

Todos, ou quase todos, já foram e já voltaram das férias, então está mais do que na hora de quem ainda nunca usou começar a aderir o coque Samurai. Eu já falei dele  aqui no blog, mas só para rapazes. A notícia MA-RA-VI-LHO-SA que eu vim dar é que ele também fica ótimo para as meninas. Eu faço o coque em mim algumas vezes, mas nunca pensei em postar aqui porque...porque sei lá, mas nunca me lembrei.

O coque Samurai é super prático e estiloso, além de dar para ser usado de várias formas, desde com o cabelo todo preso no alto da cabeça ou como eu usei, que separei uma mecha de cada lado na parte da frente do meu cabelo, fiz o coque e deixei a outra  parte solta.

 

 

 

 

No Encontro com Fátima Bernardes, a Fátima Bernardes também ousou e adotou o coque Samurai.

 

Como vocês viram nas imagens que selecionei, esse coque varia do bagunçadinho ao chique, ou seja, vai do coque para o dia a dia como para uma festa. É uma ótima opção para quem não tem muito tempo para se arrumar ou para os que não tem muito jeito com penteados, e é o queridinho do momento. O que vocês acham?

 

Vou ficando por aqui :) O post de hoje é curtinho, mas espero que vocês tenham gostado e digam-me o que acharam nos comentários.

 

Beijooo e aquele  abraço!

Dicas de estudo
01 Jun 2016
// Outros, POR Carolyne Veloso

Heeeeeey, como vocês andam? Vim aqui para dizer algo que todos já sabem: o ano letivo está a acabar! Sim, graças a Deus! Mas ainda temos testes e exames por fazer. Sendo assim, o post de hoje é sobre algumas diquinhas básicas sobre como devemos estudar. Claramente que eu não sou nenhuma expert no assunto, mas vamos lá!

 

A primeira dica, eu nem vou contar mesmo como uma dica porque acho que é algo comum a todos: antes de começarem a estudar, desliguem a televisão, o WiFi do telelmóvel (= celular) e não estudem com o computador aberto na página do Facebook. Eu sei que algumas pessoas têm o dom de conseguirem concentrar-se nos estudos ao mesmo tempo que estão a dar uma olhadinha nas redes socias, mas acho que concentração a 100% mesmo, só se desfazendo destas "tentações". E vamos então começar com as dicas:

 

1º) Façam um planeamento de estudos e tentem segui-lo com toda a precisão possível. Mas sejam realistas e sinceros com vocês próprios: se sabem que não vão estudar todos os dias e horas que planearam, optem por outro método ou então nem façam planeamento nenhum. Tem gente que parece que obedece a si mesmo se não tiver uma folha a "cobrar" o que ele tem que estudar. Lembrando que este planeamento é feito pelo próprio estudante, então quem se está a cobrar é ele mesmo. Enfim...se preferem não ter planeamento, não o façam! O importante é que consigam estudar tudo e pronto!

 

2º) Se vocês são do tipo de pessoa que não consegue estudar se o quarto estiver todo bagunçado, arrumem o quarto antes de tudo. Só não deem desculpas para arrumarem o quarto todos os dias porque acabam por perder tempo, o que faz toda a diferença no final das contas.

 

3º) Tenham todo o  material de estudo organizado e em dia. Acho que é péssimo ver que falta parte da matéria quando estamos perto do teste. Além de termos que ir atrás do que falta, ainda podemos correr o risco de não conseguir exatamente tudo como deve ser. 

 

4º) Acordem cedo porque o dia rende muito mais e não precisam passar a noite a estudar. Acho bem mais produtivo acordar cedo, passar o dia a estudar e não dormir tarde do que acordar às 12 horas só porque sabemos que estamos em casa mesmo e só temos que ir estudar. Mesmo estudando em casa, acordar mais tarde não compensa porque acabamos por ficar com o sono todo trocado, o que nos irá prejudicar até mesmo no dia em que teremos que acordar cedo para fazermos o teste, caso seja pela manhã.

 

5º) Para quem gosta de resumos: façam resumos! Mas não deixem acumular. Façam resumo todos os dias e vão ver como é mais fácil e menos cansativo no final das contas. Entretanto, quando a matéria é muita e o tempo é pouco, leiam o texto duas ou quantas vezes mais forem precisas, tirem apontamentos, façam esquemas, sublinhem as partes mais importantes e vão ver como isto também funciona se fizerem com atenção.

 

6º) Façam questão em perceber bem a matéria, mas decorem o que for para decorar. Eu acredito que às vezes decoramos algo, mas não aprendemos porque tínhamos mesmo que perceber o que estavamos a estudar. Mas sou super a favor de que algumas coisas são mesmo para serem decoradas. Sem mais!

 

7º) Usem e abusem dos marcadores (= marca texto), canetinhas coloridas, para sublinharem o mais importante, e também o famoso e conhecido post it. Eu sei que a maioria das meninas adoram isso.

 

8º) Façam pequenos intervalos para descansarem. E quando eu digo "pequeno" é realmente pequeno porque um intervalo enorme custa mais para voltar a estudar. E também é importante que durante esses intervalos vocês consigam realmente descansar a mente, ou seja, ir para a frente da televisão ou para o telemóvel talvez não seja o melhor exemplo de descansar a mente.

 

9º) Se conseguem estudar a ouvir música: força nisso! Realmente tem pessoas que conseguem e outras não. Cada um com o seu cada um!

 

10º) Esta é uma dica que me ajuda muito: se estudam sempre em casa e acham que o estudo já não está a resultar, vão a outro lugar. Às vezes, quando saímos de casa e vamos à uma biblioteca, café, etc, parece que a matéria flui mais rapidamente. Pessoalmente, eu acredito que o mesmo ambiente sempre cansa um pouco. 

 

11º) Não se contentem apenas em ler, escrevam! Penso que ao escrever, nós absorvemos mais a matéria.

 

12º) Se tiverem disciplina, estudem em grupo! Ajuda muito poder tirar as dúvidas com os amigos ou poder explicá-los algo também. Se acham que se distraem com os amigosé melhor estudarem sozinho porque ninguém sai prejudicado.

 

13º) No final de cada matéria ou até mesmo de tudo, façam exercícios porque ajuda a perceber o que ainda não sabemos ou até mesmo o que achavamos que sabíamos e acabamos por descobrir algumas dúvidas. Os exercícios ajudam-nos a esclarecer mais o que estudamos.

 

14º) Lanchem! Eu costumo dizer que não  há nada melhor que ter coisas que gostamos de comer na hora do lanche para ficarmos mais empolgados e felizes. #MeJulguem

 

15º) Assistam vídeo-aulas se acham que percebem melhor assim. 

 

Enfim, pessoas, eu acho que já têm aqui muitas dicas que podem ajudar vocês. Se tiverem algo que fazem e que acham que vos ajuda bastante, deixem aqui nos comentários. Antes de mais nada, peçam a Deus que vos ajude porque realmente existem coisas que parecem não fazer o maior sentido nas nossas cabecinhas. É isso, amigos! Muito foco e vamos que vamos! Uma coisa que acabei de lembrar e que também é muito importante: estudem para o 20! No Brasil seria mais "estudem para o 10".O que eu quero dizer é: não estudem a pensar na nota mínima que podem tirar, pensem sempre no melhor! Tenham confiança em vocês porque isso já ajuda muito. Sendo assim, acho que agora acabei!

 

Beijo, aquele abraço e boas provas!

Trança de boxeadora
19 Mar 2016
// Beleza, POR Carolyne Veloso

Onze dias depois do último post e aqui estou eu, uhuuul!

Gente, quem me segue lá no Facebook já sabe que o meu computador "morreu", então ficou meio difícil poder postar aqui no blog. Graças a Deus que tudo passou e aqui estou eu com mais uma diquinha para vocês.

Vim falar sobre as tranças de boxeadoras ou "Boxer Braids", que têm sido muito usadas ultimamente. Não que seja literalmente uma novidade, mas vamos combinar que este penteado tinha sido deixado de lado há algum tempo. Mesmo com muitas famosas, como Sabrina Sato, Kim kardashian, Vanessa Hudgens, Chiara Ferragni, entre outras, aderindo às "novas" tranças, eu acho que para muitas mulheres este "penteado sensação" só vai ser aderido se a pessoa em causa gostar de tranças.

 

 

Essas trancinhas eram ideais para as lutadoras de boxer, que tinham que manter os cabelos completamente presos para que os mesmos não caíssem em seus rostos e atrapalhasse a luta. Quem diria que um penteado que sempre foi usado por lutadoras iria ser uma tendência agora, não é mesmo?!

 

 

Mas vocês querem aprender a fazer? Então leiam os passos a seguir e voilá! É muito fácil!

1º passo: Dividir o cabelo ao meio (do topo à nuca);

2º passo: Fazer uma trança embutida desde a raíz até às pontas em cada um dos lados do cabelo (uma no lado direito e outra no lado esquerdo, visto que vocês tiveram que dividir o cabelo ao meio) e prender com um elástico.

 

 O resultado é este:

 

 

 

Para quem gosta de inovar, uma boa dica é não fazer a trança até ao final do cabelo e deixar um pouco solto ou fazer um coque. As duas opções são ótimas!

 

 

Então, o que me dizem? Gostaram e acham que dá para usar ou nem por isso?

Fico por aqui, meninas! Espero que vocês tenham gostado do post de hoje e digam-me o que acharam nos comentários. Aproveitem que é sábado e experimentem este novo penteado.

 

Beijo e aquele abraço!